domingo, 15 de julho de 2007

ENCANTAMENTO


Já não a esperava

Quando ela apareceu

Como um raio de sol

Em plena trovoada


Ó Deus que fazer

Perdi o manual não sei as instruções


Procuro nos livros

Matéria de ensino

Sem descobrir nada

Que indique o caminho


Percorro às cegas

Um trilho danado

E brado aos céus

Por ter-me encantado

1 comentário:

Metamorphosis disse...

É sempre bom ficar encantado:)nos piores momentos acredito que surge sempre aquele raio de luz...mas isso sou eu que sofro de positivismo:)